Orientações para pessoas que pedem ajuda de como proceder quando se deparam com animais mal tratados.


Texto feito com a colaboração de vários (as) protetores de animais.
Muitas pessoas já sabem, mas tem gente que pede socorro e não sabe o que fazer quando se depara com animais mal tratados.
Quem quiser divulgar ou mandar para quem pedir ajuda...


Orientações para pessoas que pedem ajuda de como proceder quando se deparam com animais mal tratados.

Infelizmente por ignorância, insensibilidade ou pura maldade, muitas pessoas não consideram maus tratos situações que fazem os animais sofrerem.
Alguns exemplos:
a) Animal magro, com sarna, bicheira, infestado de pulgas, carrapatos,com vermes,dor de ouvido ou outras doenças, fraturas... (pode ser negligência do dono em não levar o bichinho ao veterinário para tratar o problema ou falta de recursos financeiros, é preciso investigar)
b) Animal sem água e comida disponível
c) Animal que vive preso em corrente em canil, gatil pequeno, quarto ou garagem escura, local sujo...
d) Animal preso em local sem abrigo de sol, chuva e frio
e) Animal que é agredido de várias formas...


*Pode-se pedir ajuda e orientação para Ongs de proteção animal, mas é importante saber que a maioria costuma ter sempre muitos bichos sob os seus cuidados e estão sobrecarregadas de trabalho e despesas. Às vezes surge uma vaga quando algum bichinho é doado, mas não se pode retirar um animal de maus tratos contando com vagas de protetores.
*Antes de conversar com os proprietários do animalzinho que sofre, é melhor que o denunciante arrume provas tirando fotos, porque alguns donos escondem ou dão fim no animal para não serem incriminados e não terem problemas depois que alguém fala sobre a condição de maus tratos. Caso alguém já tenha falado sobre o sofrimento do bichinho e o dono não melhorou a condição do mesmo, a pessoa deve fazer BO. O ideal é que seja feito em delegacia especializada em proteção animal ou delegacia do meio ambiente.
*Pedir a presença de um policial para ir no local. Caso seja vizinho ou pessoa conhecida que não pode saber de onde vem a denúncia, explicar para o policial que irá sem o denunciante.
*Caso o denunciante vá com o policial até o local, ele deve conversar com o dono sobre ele tratar melhor e mudar a condição do animal ou deixar que ele seja retirado. Caso o dono não deixe retirar o animal, avisar que o mesmo não poderá sumir e que se ele não estiver em melhores condições na próxima visita o dono será processado por maus tratos aos animais ( lei 9.605/98). Caso seja uma situação grave e o animal esteja em risco ou em grande sofrimento o animal deverá ser retirado na hora.
*Antes de retirar o animal é preciso pensar num local onde ele ficará hospedado (lar provisório, lar definitivo ou hotelzinho). Provavelmente o animal deverá ser levado ao veterinário para consulta, tratamento, vacinas, castração.... Pesquise sobre veterinários solidários que fazem preço popular para animais carentes, ou clínicas de faculdades de veterinária ou hospitais públicos de animais de sua cidade. Pesquise sobre hotelzinho de animais com preço popular. Visite o local antes e durante a estadia do animalzinho, porque existem canis ou gatis que não são adequados (excesso de animais, brigas, falta de higiene, falta de alimentos, falta de cuidados,  confinamento de animais, etc....)
*Em caso de animal mal tratado, preso em casa vazia, apartamento, sítio, terreno..., algumas pessoas dizem que é possível invadir o local e retirar o animal, outras não. Ainda há controvérsias sobre este assunto, mas abaixo tem um link que explica que é legal invadir domicílio quando tem um animal sofrendo e não tem ninguém no local. Leia todo o procedimento que deve ser feito para evitar problemas.

Abaixo algumas delegacias especializadas onde pode ser feita a denúncia  (preferencialmente ir pessoalmente, mas pode-se pedir sigilo sobre a identidade do denunciante)
*São Paulo. :  Delegacia de Crimes Ambientais -  Av. São João, 1247 – 7º andar. Não adianta telefonar. Precisa ir pessoalmente no local, fazer BO e ir junto com um policial para retirar o animal (ou pedir para alguma pessoa ou protetor que tenha vaga pegar o animal). O policial não retira o animal.
*Belo Horizonte. : Rua Piratininga 105 – Bairro Carlos Prates
*Curitiba: Delegacia do Meio Ambiente - Rua Bacacheri- Av. Erasto Gaertner, 1261
A denúncia de maus tratos pode ser feita dpelo fone 156 da Prefeitura, a pessoa pode fazer denúncia anônima e recebe um nº de protocolo para acompanhar.
Também existe a SMMA- Sec. Municipal do Meio Ambiente que você pode fazer a denúncia com fotos e endereço pelos emails  smma@smma.curitiba.pr.gov.br enviando também o nº do protocolo conseguido na denúncia feita por telefone 156, e o 156 também aceita a denúncia por email.
*Pesquise no Google para ver em sua cidade as delegacias especializadas em proteção animal ou do meio ambiente.

5 comentários :

Nário publicou o comentário número:

Vc deixou um comentário no meu blog, legal seu blog e a causa, parecida com o meu também.. troca divulgação?

Zilani Célia publicou o comentário número:

OI FLÁVIA!
QUE TRABALHO LEGAL O TEU, AJUDAR ESTES ANIMAIZINHOS QUE TANTO TEM PARA DAR,EM FORMA DE AMOR.
SORTE AMIGA
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Denise publicou o comentário número:

Flávia, obrigada pela visita. Acho muito legal esse trabalho que vc faz. Minha filha tb participa de uma ONG de proteção q faz um trabalho parecido com o seu. Irei divulgar seu blog através do meu outro blog, especifico de proteção ambiental. Muita paz!

Jujubexxx publicou o comentário número:

parabéns pela iniciativa.

eh mt importante ajudarmos esses bichinhos q precisam de um lar!

eu adotei um! =)

Helisa Brito publicou o comentário número:

Parabéns pela iniciativa!
Os animais são bem melhores que muitos seres humanos, tenho dois cachorros e são meus grandes amigos
Bjs *;*

http://www.maisestilosa.com



Topo